Ocorreu nesta segunda-feira, 31 de julho, a convite de Octávio Soeiro, um almoço entre vereadores e ex-vereadores de São Luís, que devem se filiar no próximo dia 4 de agosto ao PSDB, partido que terá Paulo Victor como pré-candidato a prefeito da capital maranhense. Na oportunidade, estiveram presentes também Umbelino Júnior, Silvana Noely, Pavão Filho, Ivaldo Rodrigues e Pavão Filho.

Umbelino Júnior é o único, junto com Paulo Victor que já oficializou a sua filiação ao ninho tucano, mas Octávio Soeiro já é dado como certo, uma vez que será o presidente do diretório municipal do PSDB.

Paulo Victor vai se filiar ao PSDB, após receber a anuência do PCdoB para deixar o partido. Umbelino Júnior que se elegeu pelo PRTB, está filiado ao PL, portanto já não corre mais risco de incorrer na infidelidade partidária.

Octávio Soeiro também pode deixar o Podemos sem risco de processo de cassação, pois o seu partido fundiu-se com o PSC, abrindo a possibilidade para que seus filiados escolham outro caminho. A mesma situação vive Silvana Noely, que foi eleita pelo PTB e seu partido passa por um processo de fusão com o Patriota.

O único que está impedido, mas pode conseguir um carta de anuência é Pavão Filho, filiado ao PDT. Já Ivaldo Rodrigues que está no PDT e Severino Sales sem partido, estão sem mandato, portanto não possuem impedimento.

Além desses que participaram do almoço, ainda são especulados Ribeiro Neto que já trocou de partido anteriormente, Álvaro Pires que está no PMN e não atingiu a clausula de barreira, Marcial Lima que está no Podemos e vive mesma situação de Octávio Soeiro, Antônio Garcez que está no Agir que também não atingiu a clausula de barreira e o suplente Marcelo Poeta.

Vale destacar que a maioria desses nomes citados, apoiaram o prefeito Eduardo Braide em 2020. Marcial Lima chegou a ser líder do governo no primeiro ano; Octávio Soeiro era o homem forte; Álvaro Pires, Ribeiro Neto e Pavão Filho, também tinham proximidade, o último foi secretário municipal até fevereiro de 2023.

Já Silvana Noely foi funcionária de Edivaldo Holanda Júnior, Umbelino Júnior foi independente e os demais estavam nos partidos da base das candidaturas de Neto Evangelista e Rubens Júnior.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here