O presidente do Sindicato dos Rodoviários de São Luís, Marcelo Brito, confirmou que a greve por tempo indeterminado dos trabalhadores do transporte público está confirmada para começar a partir da 0h desta terça-feira, 6 de fevereiro. Portanto, mais uma vez, a capital maranhense vai amanhecer sem ônibus.

De acordo com o representante dos rodoviários, os empresários ainda não apresentaram um valor de reajuste salarial, assim como informaram a redução do valor do ticket alimentação, assim como não foi assegurado a manutenção do plano de saúde.

Vale lembrar que o mês de fevereiro é o que marca anualmente o reajuste da passagem de ônibus em São Luís. No ano passado, o prefeito Eduardo Braide anunciou o reajuste de R$0,30 no dia 15 de fevereiro. Os empresários já não buscam tanto o aumento da tarifa, mas sim, um subsídio e redução do número de trabalhadores, pois entendem que os preços da passagem já não são competitivos com os praticados por aplicativos e os famosos carrinhos.

Buscando uma solução para o entrave entre trabalhadores e empresários, o Ministério Público do Trabalho agendou para amanhã, durante o período da tarde, uma reunião entre as partes.

Porém, a Justiça pode intervir e a qualquer momento declarar a ilegalidade da greve. Mas os rodoviários já se movimentam e planejam ocupar as garagens a partir da 1h ou 2h da manhã e impedir a saída de ônibus.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here