O procurador-geral da República, Paulo Gonet, indicou nesta terça-feira (14) o subprocurador-geral da República Nicolao Dino para assumir a Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), órgão considerado estratégico no Ministério Público Federal. A indicação já foi aprovada pelo Conselho Superior do MPF.

Procurador de carreira, Nicolao é irmão do ministro Flávio Dino, do Supremo Tribunal Federal (STF). Em 2017, ele ficou em primeiro lugar na lista tríplice da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) para suceder Rodrigo Janot na PGR. O então presidente da República, Michel Temer, porém, escolheu a segunda colocada, Raquel Dodge, quebrando a tradição de indicar o nome mais votado pela ANPR.

Nos bastidores da PGR, avalia-se que Nicolao, por seu parentesco com um ministro do STF, não teria mais condições políticas de chegar ao comando do Ministério Público Federal.

Além disso, os presidentes abandonaram de vez a lista tríplice: depois de Temer indicar a segunda mais votada, Jair Bolsonaro indicou à PGR, por duas vezes, Augusto Aras, que sequer integrou a relação da ANPR. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva seguiu a tendência ao indicar, no início deste ano, Paulo Gonet.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here