A direção do colégio Literato emitiu nota oficial sobre a decisão do juiz José Edílson Caridade Ribeiro, que autorizou o estabelecimento de ensino a realizar revistas em bolsas e mochilas dos seus alunos, colaboradores e visitantes.

A escola procurou a Justiça após surgir em um dos banheiros a inscrição “MASSACRE – 04.04.2023” – dias depois uma segunda mensagem foi escrita, com os dizeres “O MASSACRE COMEÇOU”.

Veja a nota na íntegra:

Em razão dos últimos acontecimentos noticiados em rede social, com o objetivo de tranquilizar as famílias, alunos e a comunidade em geral, informamos que o Colégio Literato ingressou com ação judicial e obteve autorização judicial para promover a vistoria de pertences de alunos, colaboradores e visitantes quando achar necessário.

Ressaltamos que se trata de uma medida excepcional, autorizada judicialmente, e será executada com a indispensável discrição e cautela para que seja preservada a intimidade de nossos alunos e colaboradores.

O Colégio Literato reafirma o compromisso de mais de 40 anos com a qualidade de ensino e segurança em suas dependências. Solicitamos, também, aos pais que redobrem a atenção quanto ao uso das redes sociais de seus filhos.

A Diretoria

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here