O deputado federal Márcio Jerry (PCdoB) foi entrevistado nesta sexta-feira (22), no Ponto Final, na Rádio Mirante AM e falou sobre a possibilidade de indicação do ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino ao STF. Clique aqui para ouvir a entrevista na íntegra.

Márcio Jerry deixou claro que o lugar para Flávio Dino hoje é continuar no Ministério da Justiça e da Segurança Pública.

“Eu chamo a atenção do nosso ouvinte para o seguinte fato: Nunca antes na história teve tanta pressão para alguém assumir o cargo de Ministro do Supremo Tribunal Federal. Normalmente é o processo inverso, a pessoa que quer e fazendo pressão para ser aceito. O ministro Flávio Dino tá lá quietinho no canto dele e toda hora aparece uma especulação de ele ser o Ministro. Setores da impressa falam, setores da política falam, os próprios membros do STF falam: O Flávio é um ministro adequado para o atual momento. Isso é muito importante e nós como correligionários e amigos do Flávio e como maranhense, isso nos orgulha muito, é o reconhecimento do grande papel que o Flávio Dino tem na República. Agora, uma segunda observação sobre o mesmo tema que eu faço é a seguinte, todas as avaliações que levam a sugestão de um Flávio Dino ser ministro do Supremo, a mim parece que serve muito mais para justificar a presença e a permanência dele no Ministério da Justiça e segurança Pública. Os atributos que todos apontam no Ministro Flávio Dino para ser Ministro do Supremo, são aqueles mesmos que reforçam o quão importante é ele continuar sendo ministro da Justiça e da Segurança Pública, no momento em que nós temos ainda graves tensionamentos na sociedade brasileira. O Flávio Dino sob o comando do presidente Lula coordenou e coordena um processo junto com as instituições, com o congresso nacional, com o TSE, com o Supremo Tribunal Federal, com o sistema de Justiça do País, coordena uma retomada vigorosa à normalidade democrática do Brasil. Isso é muito forte. Então eu imagino aqui que o melhor lugar para o Flávio Dino hoje é continuar no Ministério da Justiça e Segurança Pública. O que eu sei é que o presidente Lula não fez esse convite a ele e ele também (Flávio Dino), por sua vez não se ofereceu”, afirmou Márcio Jerry.

O deputado também falou sobre a eleição para a Prefeitura de São Luís e descartou disputar o pleito. Ele disse que cuidará do seu partido na disputa da eleição em todos os municípios maranhenses.

“Por incrível que pareça, a gente não avançou muito esse debate sobre São Luís. Eu gosto de brincar assim: Se a eleição para Prefeito de São Luís fosse um concurso público eu me inscrevia e eu acho que fechava a prova, as 100 questões eu fechava. Mas é mais complexo, é uma eleição, e tem suas circunstâncias, peculiaridades partidárias, eu tenho uma responsabilidade com todo o estado do Maranhão, de modo que sobretudo a minha responsabilidade com os 216 municípios do Maranhão, além de São Luís, me fazem ter uma agenda que não é a de um candidato a prefeito de nenhuma cidade, nem mesmo da nossa querida capital São Luís que me honraria muito. Vou cuidar das eleições do PCdoB e da federação nos 217 municípios. Mas eu vejo com muita simpatia as candidaturas colocadas no PSDB, do Paulo Victor, que foi eleito pelo nosso partido; a candidatura do ex-prefeito Edivaldo Júnior, que é uma pessoa que eu estimo muito, querido muito, que foi um bom prefeito; A candidatura do nosso companheiro de bancada Duarte Júnior. Fala-se também aqui e ali da possibilidade da candidatura do Neto Evangelista, que tem um bom credenciamento; do Carlos Lula que é um excelente deputado estadual. Nomes bons nós temos para enfrentar o prefeito Eduardo Braide. Vamos avançar, vamos debater”, disse Jerry.

Márcio Jerry também comentou sobre a eleição em Paço do Lumiar e destacou que o processo de sucessão passa pela atual prefeita Paula Azevedo.

“No meu ponto de vista, do PCdoB, que é o partido da Prefeita Paula Azevedo, qualquer processo de construção de candidaturas em Paço do Lumiar, tem que passar pela liderança da prefeita Paula Azevedo, que ela é a prefeita, não vai para a reeleição, é uma prefeita bem avaliada, faz um excelente trabalho. Ela tem que liderar esse processo e acho que todas as pessoas envolvidas que pretendem defender uma ampla aliança, ou uma candidatura única, qualquer coisa que seja, tem que primeiro sentar com a prefeita Paula, para poder de maneira muito respeitosa tratar desse tema. Nosso partido tem debatido com ela, com o PSB, com o PT, PV. Temos um entendimento muito bom sobre o rumo em Paço do Lumiar. Falta, contudo, nesse grupo liderado pela prefeita Paula definir qual é o nome, qual é o candidato”, finalizou.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here