O ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino (PSB), nesta quinta-feira (16), resolveu responder ao deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL) que fez  insinuações sobre a ida de Dino ao Complexo da Maré, no Rio de Janeiro, no início desta semana.

Eduardo Bolsonaro, ao lado de outros deputados da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, sugeriram inclusive a convocação do ministro para ele explicar a visita. Os parlamentares questionam que Dino não teve dificuldade para entrar na comunidade e insinuaram um suposto envolvimento com o crime organizado (reveja aqui).

Nas redes sociais, Flávio Dino colocando a foto da postagem anterior do Blog, afirmou que o encontro serviu para ouvir a voz de quem mais precisa e que não se intimidará com gritos de “milicianos”.

“Soube que representantes da extrema-direita reiteraram seu ódio a lugares onde moram os mais pobres. Essa gente sem decoro não vai me impedir de ouvir a voz de quem mais precisa do Estado. Não tenho medo de gritos de milicianos nem de milicianinhos”, escreveu o ministro.

No entanto, Flávio Dino não comentou a possibilidade de comparecer na Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, já que alguns deputados têm solicitado a convocação do ministro para explicar algumas situações polêmicas envolvendo o maranhense.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here