Ministro da Justiça, Flávio Dino usou as redes sociais para anunciar que recebeu o pedido da Justiça Italiana pelo cumprimento de pena do atacante Robinho no Brasil. No país europeu, o jogador foi condenado a nove anos de prisão pelo crime de estupro coletivo.

– O Ministério da Justiça recebeu o pedido da Justiça italiana sobre o ex-jogador Robinho. A admissibilidade administrativa foi efetuada e houve a remessa ao STJ, em cumprimento à Constituição Federal. A tramitação jurisdicional foi iniciada – escreveu Flávio Dino.

De acordo com o G1, a ministra Maria Thereza de Assis Moura, presidente do Superior Tribunal de Justiça, pediu a convocação de Robinho para participar do processo de homologação da sentença italiana. A lei brasileira não permite extradição de brasileiros natos a outros países.

Caso a defesa do atacante apresente contestação, o processo será encaminhado para a Corte Especial do STJ. Robinho foi condenado por conta de um estupro coletivo, que ocorreu em 2013, quando o atleta atuava no Milan. A sentença determinada pela Justiça Italiana ocorreu janeiro de 2022.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here