A maioria dos deputados estaduais do Maranhão, presentes na sessão ordinária desta quinta-feira (18), decidiram rejeitar uma homenagem a ex-primeira dama do Brasil, Michelle Bolsonaro (PL).

O deputado Yglesio Moyses (PRTB) propôs a entrega da Medalha Manoel Beckman, maior honraria do parlamento maranhense, para Michelle Bolsonaro. No entanto, 17 deputados estaduais foram contrários a homenagem, enquanto onze foram favoráveis.

Os deputados que foram contra a homenagem são: Antônio Pereira (PSB); Arnaldo Melo (PP); Carlos Lula (PSB); Florêncio Neto (PSB); Francisco Nagib (PSB); Glalbert Cutrim (PDT); Hemetério Weba (PP); Janaína Ramos (Republicanos); Jota Pinto (Podemos); Júlio Mendonça (PCdoB); Leandro Bello (Podemos); Neto Evangelista (União); Othelino Neto (PCdoB); Rafael Leitoa (PSB); Roberto Costa (MDB); Rodrigo Lago (PCdoB) e Zé Inácio (PT).

Os parlamentares que se posicionaram a favor foram: Alan da Marissol (PRD); Aluizio Santos (PL); Ana do Gás (PCdoB); Ariston Ribeiro (PSB); Cláudia Coutinho (PDT); Drª Viviane (PDT); Edna Silva (Patriota); Fabiana Vilar (PL); Fernando Braide (PSD); Mical Damasceno (PSD) e Yglésio Moyses (PRTB).

A esposa do ex-presidente da República, Jair Bolsonaro (PL) estará em São Luís neste fim de semana, participando do encontro PL Mulher, mas não receberá a homenagem da AL do MA.

Vale ressaltar que geralmente esse tipo de homenagem é respeitada a vontade do autor do requerimento, com os demais colegas acatando o “merecimento” do homenageado, mas não foi o que aconteceu desta vez.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here