Depois do lamentável episódio onde infelizmente um bebê indígena de 10 meses de vida morreu na noite da segunda-feira (17), o governador do Maranhão, Carlos Brandão (PSB), anunciou a ampliação da assistência pediátrica em São Luís.

A criança veio de Zé Doca para a capital maranhense com um quadro de pneumonia e anemia grave, mas lamentavelmente não conseguiu ser atendida em três UPA’S (Vinhais, Vila Luizão e Araçagy), além do Hospital da Criança, e veio a óbito.

Brandão assegurou que estará ampliando os leitos pediátricos na capital maranhense.

“Visando à ampliação da assistência pediátrica, o nosso Governo do Maranhão vai disponibilizar, na capital, mais 25 leitos para atendimento, entre UTI, clínico e de estabilização. Essa é uma das medidas para garantir o acolhimento necessário às nossas crianças. Estamos atentos às demandas”, afirmou Brandão.

Governo do Maranhão e Prefeitura de São Luís prometeram realizar auditorias para saber o que aconteceu para que o bebê indígena não fosse antendido nas unidades de saúde.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here