BOMBA, BOMBA E BOMBA! Braço direito dos Gonçalos recebe como Agente de Saúde sem nunca exercer função.

Com exclusividade, o blog vai revelar uma verdadeira “bomba atômica” que promete estourar a boca do balão e pode desvendar um grande esquema de falsificação de dados na saúde de Bacabeira envolvendo um dos braços direito dos Gonçalos naquela cidade.

Trata-se de Yan Mendes, um desconhecido que se apresenta como assessor da família Gonçalo na região.

Após a denúncia do vereador Rulk Pires na tribuna da Câmara de Bacabeira, durante uma transmição ao vivo pelas plataformas digitais daquele poder, dando conta de um agente de saúde que não atuava como tal no município, o blog iniciou uma investigação minuciosa e descobriu, após acesso ao cadastro nacional de estabelecimentos de saúde – CNES, que o tal agente de saúde fantasma, na verdade, é um rapaz que se apresenta como assessor da família Gonçalo em suas redes sociais, e nunca atuou como agente de saúde naquela cidade. Segundo consta no sistema cnes, Yan Alisson D’eça Mendes teria “atuado” como agente de saúde em duas unidades de saúde: UBS Paula Barbosa Oliveira e UBS do São Cristóvão. Segundo o sistema as ambas unidades ficam localizadas na zora rural do município de Bacabeira.

O problema é que o blog descubriu que Yan nunca trabalhou como agente de saúde em Bacabeira e nem em outro lugar do universo.

Em contato com alguns moradores dos dois povoados, eles disseram que nunca viram e nem conhecem esse agente de saúde, e que os atendimentos nestes dois povoados estão precários de agentes de saúde.

FRAUDE NO SISTEMA CNES

Esse tipo de prática tem sido muito recorrente no Brasil e no Maranhão. Prefeituras tem usado nomes de laranjas para fraudar informações a fim de cooptar recursos federais com dados falsos de atendimentos de saúde, que é um crime federal passivo de prisão.

Nesta matéria em particular, Yan Mendes está devidamente cadastrado no sistema como agente de saúde sem ao menos ter sido submetido a concurso público ou mesmo processo seletivo para que ocupasse o cargo falso. E, detalhe, ele recebe todos os meses, desde o início de 2022, a bagatela de R$ 2.424,00 como agente de saúde fantasma.

OUTROS ESQUEMAS DE CORRUPÇÃO DO ASSESSOR

Essa não é primeira vez que o falso agente de saúde se envolve em enrolada envolvendo dinheiro público. Em fevereiro deste ano, o assessor dos gonçalos também se envolveu em esquemas de desvio de emendas parlamentares durante o carnaval. Outro escândalo de proporções gigantescas que ainda está oculta aos olhares do ministério público.

Um áudio espalhado nas redes sociais neste, revela uma conversa entre Yan e uma presidente de uma associação na cidade de Bacabeira, negociando uma emenda parlamentar para a cidade de Icatu. OUÇA

No áudio, o assessor pergunta à presidente de associação, “quanto ela cobraria para que a emenda caisse na conta da entidade, e quantos por cento ela cobraria para lavar o dinheiro público”. No andamento do audio, ele ainda sugere que a presidente da associação repassasse o restante do valor para as mãos do deputado estadual, que não teve o nome revelado durente a conversa.

https://youtube.com/watch?v=-jsfQdG8gzY%3Ffeature%3Doembed

Esse é mais outro escandalo envolvendo o falsário.

Cabe agora ao ministério público federal e estadual investigar ambas as denúncias. Caso se comprove as irregularidades, o falsário Yan Mendes e demais envolvidos podem ser presos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here